Apresentação

A Universidade Autónoma de Lisboa desenvolve e promove investigação em distintas áreas científicas através dos seus Centros de Investigação, constituídos por um grupo consolidado de investigadores que, no âmbito das suas linhas de investigação, desenvolvem diversos projectos e participam em diversas actividades científicas, tendo como objectivo principal divulgar, em qualidade e quantidade os resultados/outputs decorrentes do trabalho desenvolvido, quer junto das entidades nacionais, quer estrangeiras.  

Universidade Autónoma de Lisboa conducts and promotes research in different scientific areas through its Research Centres. Its consolidated group of researchers undertake projects and participate in various scientific activities within their respective  research strands with the primary aim of disclosing, in quality and quantity and at home and internationally, the outputs resulting from their work.

 


CENTROS DE INVESTIGAÇÃO DA UAL

OBSERVARE – Observatório de Relações Exteriores 

CIP – Centro de Investigação em Psicologia 

RATIO LEGIS – Centro de Investigação e Desenvolvimento em Ciências Jurídicas

CICH – Centro de Investigação em Ciências Históricas

CEACT – Centro de Estudos de Arquitectura, Cidade e Território

CARS – Centro de Análise Económica da Regulação Social

AUTÓNOMA TECHLAB – Centro de Investigação em Tecnologias 

CICEE – Centro de Investigação em Ciências Económicas e Empresariais

 

– NOTÍCIAS –

COVID – 19

UAL

– Entrevista hoje publicada no Diário de Notícias dada pelo Professor Doutor Luís Tomé, Diretor do Depart. de Relações Internacionais da UAL, Coordenador Científico do OBSERVARE-Observatório de Relações Exteriores, e Coordenador do Doutoramento em Relações Internacionais: Geopolítica e Geoeconomia.

Leia aqui: https://www.dn.pt/mundo/ausencia-de-lideranca-dos-eua-foi-aproveitada-por-pequim-12219549.html

21/05/2020

*

– Dois artigos em que o CIP- Centro de Investigação em Psicologia da UAL, participou como parceiro da investigação sobre o COVID-19. 

O primeiro artigo para ler aqui:

https://www.lusa.pt/article/Ig1Y2oQc979U~6rYtzokCzMSZM5iuSI1/covid-19-metade-dos-portugueses-sente-impacto-psicol%C3%B3gico-moderado-a-severo-estudo

 

Covid-19: Metade dos portugueses sente impacto psicológico “moderado a severo” – estudo

Covid-19: Metade dos portugueses sente impacto psicológico “moderado a severo” – estudo

www.lusa.pt

O segundo artigo para ler aqui:

https://expresso.pt/coronavirus/2020-04-29-Estudo-revela-que-quase-metade-da-populacao-portuguesa-diz-se-psicologicamente-afetada-pela-covid-19–na-China-eram-76

 

Expresso | Estudo revela que quase metade da população portuguesa diz-se psicologicamente afetada pela covid-19 — na China eram “7,6%”

É um dos maiores estudos realizados em Portugal sobre o impacto psicológico da pandemia de covid-19 e, além de revelar que praticamente metade da população pode estar a ser psicologicamente afetada pela atual crise, conclui que trabalhadores presenciais e pessoas que habitam em zonas rurais são mais atingidos pela ansiedade e depressão.

expresso.pt

*

– Está disponível o Estudo em que participa a Professora Doutora Rute Brites, Investigadora do Centro de Investigação em Psicologia – CIP/UAL, sobre o COVID-19.

Aceda ao Estudo aqui:   https://docs.google.com/forms/d/1DVQly6Us75v0cGFhf7Z4F6Hppsjo0RrV9X9STJjZ70s/prefill

*

– Artigo publicado no Diário de Notícias sobre as implicações geopolíticas do Covid-19, com o contributo do Professor Doutor Luís Tomé, Diretor do Departamento de Relações Internacionais da UAL, Coordenador Científico do OBSERVARE-Observatório de Relações Exteriores, e Coordenador do Doutoramento em Relações Internacionais: Geopolítica e Geoeconomia.

Aceda ao artigo aqui: https://www.dn.pt/mundo/geopolitica-do-virus-o-choque-america-china-11990132.html

*

FCT

A FCT informa sobre o novo concurso:

– A FCT informa que está aberto o período de apresentação de propostas para o apoio especial Gender Research for Covid 19, desenvolvido em articulação com a Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade e o apoio da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG). As candidaturas decorrem até às 17h (hora de Lisboa) de 2 de junho de 2020.

Este apoio visa financiar projetos de investigação e iniciativas que permitam a produção e difusão de conhecimento sobre os impactos da Covid-19 nas desigualdades de género e na violência contra as mulheres e violência doméstica.

———————————

UAL

CONTRATAÇÃO DE 1 CONSULTOR DE PROJETO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM PSICOLOGIA (CIP) DA UNIVERSIDADE AUTÓNOMA DE LISBOA

A Universidade Autónoma de Lisboa, sob o projeto de investigação coordenado pela Prof. Doutora Sandra Bastos Figueiredo, tutelado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e pela referida Universidade, está a contratar um técnico/especialista (júnior) para uma vaga na área de Programação e/ou Engenharia Informática.

Situação contratual

Contrato de prestação de serviços (obrigando a ter actividade aberta para emissão de recibos verdes), como consultor do projecto de investigação do CIP – Refª UIDB/04345/2020 – Repositório de Instrumentos de Avaliação para Aprendentes de Língua Segunda em Contexto Educativo ao abrigo do financiamento FCT para a Unidade de Investigação.

Objetivo

  • Desenvolvimento de uma aplicação móvel para aprendizagem (taylored assisted learning) do Português como Língua Segunda e Estrangeira (alvo: imigrantes, estrangeiros não residentes em Portugal e refugiados);
  • A base de conteúdo (código-fonte) encontra-se em macromedia flash e tem de ser completada a sua “transferência” para a programação na respetiva app;
  • Este projeto encontra-se protegido pela autora em termos de propriedade intelectual e industrial (patenteado);
  • O desenvolvimento da app encontra-se em fase já iniciada e pretende-se continuação e conclusão para aplicação em Android.

Remuneração

O trabalho do consultor é remunerado na categoria de bolsa de investigação (BI – portanto exigindo-se o grau de mestre) ou de bolsa de técnico de investigação (BTI – portanto exigindo-se o grau de licenciatura), num total de 2.000 €

Tempo estimado

O tempo estimado é de 2 meses a partir de 01 de setembro de 2020. A tarefa deve ser realizada no período de 2 meses (full-time) ou no período de 3 meses (regime de part-time, a definir a distribuição de horas com o supervisor do projeto).

Orientação

O trabalho é desenvolvido sob orientação da Prof. Doutora Sandra Figueiredo.

Local de trabalho

O trabalho pode ser desenvolvido em casa e reportando via reuniões em Colibri Zoom.

Tarefas

Desenvolvimento de um backoffice para a app: servidor que possibilite o registo de acessos de utilizadores (sob proteção de dados dos “users”) para futura constituição de base de dados e seu tratamento científico;
Monitorização e suporte serão a cargo da Prof . Doutora Sandra Figueiredo.
As tarefas são realizadas no Departamento de Psicologia e Sociologia da Universidade Autónoma de Lisboa (UAL).

O resultado final do trabalho – a app – deve ser testada antes de finalização do contrato.

Requisitos

CV e carta de motivação.

Mais detalhes (e acesso ao código-fonte e ao respetivo CD-ROM que é a plataforma inicial deste projeto e registada como patente da UA e da Investigadora) serão informados em entrevista via Colibri Zoom

Dados deverão ser enviados até 15/06/2020

Para: sfigueiredo@autonoma.pt
Nota: Licenciados nas áreas pretendidas serão considerados por maior período de tempo.

14 de maio de 2020


  Consultar aqui: Journal Publication Process


Consultar aqui: Scopus Journal Title List

Consultar aqui: Journal Rankings